Empresas “recém-nascidas” esnobam a crise @Diário do Comércio

Taxas de crescimento acima da média, funcionários engajados e felizes e uma receita que não para de aumentar nem mesmo com a crise econômica. A realidade vivida pelas empresas de alto crescimento destoa do cenário macroeconômico do País, onde a manutenção de resultados já é vista como vitória. E como se não bastasse tamanho otimismo,…