Automóveis energeticamente mais eficientes

Desafio

O setor automotivo busca alternativas e novas tecnologias que visam o aumento da eficiência energética de seus veículos com o objetivo de utilizar menos combustíveis, serem mais econômicos e reduzir emissões de gases poluentes.

A FIAT procurou o CSEM Brasil no intuito de integrar a tecnologia de painéis solares orgânicos (OPV) desenvolvida pelo centro de pesquisas aos veículos da marca.

Solução

O Projeto Girassol foi desenvolvido em parceria com a empresa e buscava integrar a tecnologia a veículos da FIAT. Além disso, testes de utilização em campo foram feitos para avaliar a performance dos painéis solares orgânicos em situação real de uso, comparando-os a outras tecnologias de geração solar.

Nesta análise, algumas características do OPV foram destacadas como ideais para aplicação em automóveis: leveza (aprox. 300g/m²) para não sobrecarregar a estrutura; flexibilidade para acompanhar as formas do veículo; transparência, podendo ser aplicada em vidros; baixa pegada de carbono e seu potencial de baixíssimo custo.

A pesquisa desenvolvida incluiu testes relacionados a vida útil, geração de energia, diferentes tipos de laminação, prototipagem rápida e desenvolvimento de amostras funcionais. Além disso, contou com a aplicação de OPV e de um sistema remoto de coleta de dados, instalados no teto de 30 veículos para testes de rodagem e geração de energia.

Ao final do projeto, o CSEM Brasil entregou à FIAT um protótipo, em tamanho real, com teto solar laminado com módulos OPV, demonstrando o potencial da tecnologia. Essa primeira fase de desenvolvimento validou que essa tecnologia pode ser integrada a veículos e tem um potencial de transformação da indústria automotiva.

O projeto foi estruturado em forma de pesquisa e desenvolvimento, suportado pelo programa InovarAuto, devido à suas características de inovação e sustentabilidade.

Visão de futuro

A integração de painéis orgânicos de geração solar em automóveis podem significar impacto representativo na eficiência energética de veículos, principalmente com a tendência de motores híbridos e elétricos.

Além de reduzir o consumo de combustível, a fonte de energia solar possibilita que sistemas elétricos e eletrônicos possam funcionar mesmo com o motor desligado e sem sobrecarga da bateria. Seria possível, por exemplo, manter o sistema de exaustão ligado quando estacionado sob o sol para reduzir as temperaturas da cabine e aumentar o conforto do usuário ao retornar ao veículo, além de diminuir a necessidade de se utilizar o ar-condicionado, possibilitando menor consumo de combustível.