10 anos de inovação transformando a indústria nacional

Há 10 anos, nascia no Brasil uma instituição que visava desenvolver no país uma estrutura de inovação pioneira, semelhante às já existentes na Suíça e na Europa. Assim surgiu o CSEM Brasil. Inspirado no modelo suíço do Centre Suisse d’Electronique et de Microtechnique (CSEM S.A.), que já possui mais de 1000 projetos e 200 famílias de patentes no currículo, o CSEM Brasil trilha um caminho semelhante de inovação e empreendedorismo.

Por aqui, 100 milhões de reais foram investidos em projetos, em parceria com empresas tão inovadoras quanto a FCA, Votorantim e Philips. A primeira spin-off foi criada em 2015, com a maior e mais moderna linha de fabricação de painéis solares orgânicos (OPV). Estamos em contato com os maiores pesquisadores do mundo, nos relacionando com o MIT, Imperial College, EPFL e a Universidade de Cambridge. Transformamos conhecimento científico em produtos, serviços e processos de alta tecnologia.

 

O modelo suíço

Assim como na Suíça, um dos países que mais gasta com P&D em relação a seu produto interno bruto, o objetivo é fomentar a inovação tecnológica e contribuir para setores estratégicos da economia. O próprio CSEM na Suíça foi criado, nos anos 80, para ganhar competitividade no mercado, em uma época em que o país começou a perder espaço para a Ásia. Com a união de esforços do Governo, empresas e universidades, a Confederação Suíça vislumbrou a oportunidade de transformar tecnologias em produtos e serviços inovadores e aplicáveis.

Para ser o número 1 em inovação no mundo, o país combina uma força de trabalho qualificada, infraestrutura, financiamento e uma forte rede de network, com altas despesas em P&D. Hoje, o setor privado suporta o custo de mais de dois terços das despesas em P&D da Suíça, que equivalem a cerca de 3% do PIB, ou $ 16,5 bilhões de dólares. O país ainda tem a segunda maior despesa per capita em educação no mundo ($ 14.900 dólares por ano), investem em cooperação científica internacional e suas startups possuem uma taxa altíssima de sobrevivência.

 

10 anos de Brasil

O modelo do CSEM Brasil é a extensão de um formato que já demonstra resultados há décadas na Suíça, União Europeia e nos Emirados Árabes: um centro de pesquisa aplicada, privado, independente e sem fins lucrativos.

Como premissa, investimos na ciência aplicada, elencando tecnologias estratégicas para desenvolvimento de soluções próprias e de nossos clientes. É nosso papel desenvolver a ligação entre ciência, tecnologia, mercado e indústria, com a formação de novas empresas e nichos de atuação, estimulando a toda a cadeia de valor. Alavancamos recursos em inovação através de leis de incentivo, incentivos fiscais e setoriais, subvenção econômica ou financiamentos direcionados à pesquisa e desenvolvimento para o setor produtivo, nos relacionando com órgãos de fomento à inovação e negócios.

 

Inovadores do Mundo Real

Todas essas estratégias, experiências e modelos inovadores serão detalhados no evento “Inovadores do Mundo Real”, que marca o aniversário do CSEM Brasil e conecta líderes de grandes empresas para um dia de muito networking no Museu do Amanhã, dia 17 de outubro. Contamos com a presença de Georges Kotrotsios, Diretor e Vice-Presidente de Desenvolvimento de Negócios e Marketing do CSEM Suíça e do presidente do CSEM Brasil, Tiago Alves, comentando e levantando questões sobre o ecossistema de inovação nacional e internacional.

O encontro busca conectar os principais players de empresas e instituições comprometidas com a inovação no país. Além disso, temos também a confirmação de profissionais como Arturo Vittori, que trabalhou em projetos da NASA e da Airbus, além de representantes da Google, Bosch, AES e agências de financiamento, como BNDES e EMBRAPII.

Confira a programação completa e confirme presença em nosso site. Não perca! As inscrições são limitadas.

CSEM Brasil

Um Centro de Pesquisa & Desenvolvimento que sonha mudar o mundo através da inovação.

LEIA TAMBÉM