3 tendências para sua empresa não perder de vista na era disruptiva | Realidade Aumentada

por Gabriel Espeschit, Novos Negócios

Vivemos um período de disrupção. A iminência de novas tecnologias que mudarão a forma como nos relacionamos com o mundo pede que fiquemos atentos aos últimos acontecimentos. No último ano, foram vários os sinais de avanço, que dão pistas do futuro caminho da inovação.

Nesta série, explorei as principais tendências que podem criar ou dominar mercados. Já falei sobre Inteligência ArtificialIIoT e Blockchain. Concluo os textos com uma reflexão sobre a Realidade Aumentada:

Realidade Aumentada (RA)

A tecnologia coloca renderizações digitais sob o ambiente físico que se encontra o usuário e já foi bastante popularizada pelo jogo de smartphone Pokémon Go em 2016. Além disso, a vemos em aplicativos como Snapchat, Instagram Facebook, que sobrepõem animações às fotos e filmagens retiradas pelas câmeras dos celulares. Apesar das aplicações iniciais serem muito voltadas ao consumidor, em aplicativos, jogos e wearables (como o Google Glass), o futuro da tecnologia é promissora em diversos setores. Sendo assim, podemos esperar que a RA comece a ser diversificada no setor da indústria.

Uma utilização que já vem sendo explorada pela fabricante italiana de equipamento de segurança, Univet, é a utilização de RA em óculos de segurança. O equipamento consiste de uma tecnologia holográfica que é projetada na lente dos óculos do usuário, disponibilizando dados sobre a atividade que está sendo realizada em tempo real, de forma que não distraia o usuário. As aplicações de RA na indústria prometem aumentar a segurança e eficiência de processos.

Além disso, uma utilização de RA tradicional que promete bastante é o treinamento de pessoas em situações de risco. Com a expansão da tecnologia, podemos esperar um aparelho de RA que treine um funcionário de uma plataforma petrolífera como reagir a uma situação de emergência ou, até mesmo, auxilie o treino de um militar. Muitas empresas vêm trabalhando em produtos que façam simulações dessas situações, em maior parte, na forma de aplicativos de realidade virtual – que se difere da realidade aumentada, pois cria um ambiente novo para o usuário, ao invés de colocar digitalizações no ambiente físico em que ele se encontra.

No início de 2018, a startup 8th wall levantou U$ 8 milhões para continuar seu desenvolvimento. A empresa foca em criar um ambiente para que desenvolvedores interessados em desenvolver funções de RA para seus aplicativos possam colocar esses projetos em prática. Isso prova que um investimento está sendo feito em aplicações que envolvam a realidade aumentada. Além disso, as soluções de RA podem ser implementadas junto à outras soluções tecnológicas crescentes (como, por exemplo, IIoT).

Além das 3 tecnologias exploradas nessa série, existem diversas outras tecnologias que irão fazer parte do nosso dia-a-dia em alguns anos. Entre elas estão as baterias de estado solido, os painéis fotovoltaicos de terceira geração e muitas outras.

 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui e cadastre seu e-mail para mais notícias e tendências em tecnologia, sustentabilidade e negócios.

CSEM Brasil

Um Centro de Pesquisa & Desenvolvimento que sonha mudar o mundo através da inovação.

LEIA TAMBÉM