Centro de pesquisa mineiro se torna nova unidade EMBRAPII

Foram sete selecionadas pelo novo edital: os investimentos poderão chegar a R$ 177 milhões em projetos de inovação

Para vencer a barreira do alto risco em investimentos de inovação no Brasil, existe a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial). Ela apoia a iniciativa privada com grandes aportes financeiros no desenvolvimento de projetos tecnológicos. Para ter acesso a esse incentivo, as empresas precisam desenvolvê-los com as unidades de pesquisa credenciadas à EMBRAPII, hoje presentes em todas as regiões do Brasil.

Na última sexta (31), a EMBRAPII anunciou o resultado preliminar do mais recente edital para escolha dessas unidades. A chamada priorizou centros tecnológicos que atuam em áreas de competência inéditas e com alta demanda no mercado. Esse é o caso do mineiro CSEM Brasil, habilitado para desenvolver projetos em Eletrônica Impressa, que permite inovações como os painéis solares orgânicos (OPV), no qual é referência mundial.

As unidades foram avaliadas a partir de seu plano de ação, ao elencar oportunidades e resolução de problemas – de alto potencial mercadológico – através da tecnologia. Assim, foi preciso mostrar que o centro de pesquisa está focado em uma área e conhece o setor, as empresas e os projetos desenvolvidos por elas e suas tendências; além de como ele vai cooperar com essas empresas de forma que consiga inovar dentro dos gaps que elas têm.

Inovações mundialmente pioneiras
Na área de Eletrônica Impressa, segmento novo que vem revolucionando o mercado de componentes eletrônicos, as possibilidades são infinitas. Para se ter uma ideia, essa técnica de impressão é a responsável pelos visores de alta definição de celulares da Samsung e da LG – aos quais a Apple não tem acesso. Mais do que isso, é capaz de produzir circuitos eletrônicos em substratos flexíveis, como plástico, tecido, etc, e o potencial de suas aplicações ainda está sendo descoberto em todo o mundo.
Os painéis solares do CSEM Brasil, por exemplo, são impressos em plástico rolo, através de baixas temperaturas e de materiais orgânicos – o que acaba reduzindo o impacto ambiental e os custos de produção. Além de ser leve, flexível, sustentável e com grande apelo para design, é previsto que custe 30 vezes menos do que os painéis tradicionais de silício hoje.

 

Entenda o contexto
No Brasil, é comum que os projetos de inovação – em centros de pesquisa universitários, por exemplo – venham do interesse ou da trajetória individual dos pesquisadores, ao invés de se orientarem por tendências mercadológicas. Pensando nisso, o objetivo da EMBRAPII é implantar um planejamento “Top-Down” com este credenciamento de instituições parceiras. Dessa forma, a instituição guia o desenvolvimento tecnológico prezando pelo fortalecimento da capacidade de inovação brasileira.

Para se tornar uma Unidade, a instituição é avaliada através de seu plano de ação. Nele, é preciso constar quantos contratos serão realizados ao longo de seis anos, quanto recurso será captado e em quantas empresas e, para isso, qual é a quantia que o centro de pesquisa vai precisar da EMBRAPII. O valor total do plano de ação das selecionadas é de R$ 177 milhões, sendo R$ 58,8 milhões disponibilizados pela instituição.

Sobre a EMBRAPII
Desde sua fundação, a EMBRAPII já fechou 198 projetos no valor total de R$ 312 milhões. Com o novo resultado, chegam a 30 o número de Unidades credenciadas. A associação foi qualificada como Organização Social pelo Poder Público Federal em 2013, e é gerida pelos ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Educação (MEC).
O financiamento da instituição obedece a seguinte regra geral: a EMBRAPII pode investir até 1/3 das despesas das Unidades com projetos de PD&I com empresas, enquanto o restante é dividido entre a empresa parceira e a Unidade. Ao compartilhar riscos de projetos com as empresas (por meio da divisão dos custos do projeto), estimula-se o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para, assim, potencializar a força competitiva das empresas tanto no mercado interno como no mercado internacional.

 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui e cadastre seu e-mail para mais notícias e tendências em tecnologia, sustentabilidade e negócios.

CSEM Brasil

Um Centro de Pesquisa & Desenvolvimento que sonha mudar o mundo através da inovação.

LEIA TAMBÉM