Cooperação internacional e inovação

Entrada da tecnologia OPV no Vale do Silício conta com a expertise da Universidade de Cambridge; Programa de consultoria internacional é apenas uma das possibilidades para parceria global

Já falamos por aqui que a cocriação é o principal motor para a inovação no Brasil. Como é uma área em que se trabalha com alto risco, vemos as empresas se apoiando em parcerias estratégicas para vencer essa barreira.

E, no ritmo acelerado das mudanças tecnológicas dos últimos anos, a globalização dessas parcerias é cada vez mais importante. A entrada da Sunew no Vale do Silício é um exemplo: a estratégia de sua internacionalização foi estudada em Cambridge e a empresa, agora, inaugura um novo endereço nos EUA.

A SUNEW nasceu como spin-off do CSEM Brasil, uma fábrica para comercializar os painéis solares orgânicos estudados por nós, enquanto centro de inovações, por mais de dez anos. Esses painéis são a próxima geração em energia solar, conhecidos como OPV (Organic Photovoltaic). Hoje, nossos painéis solares entram para o epicentro da tecnologia mundial, com o novo endereço da SUNEW, em San Francisco, nos EUA.

A estratégia go-to-market da empresa foi assessorada por uma turma de estudantes de MBA da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. A iniciativa é parte do Global Consulting Project (GCP), programa no qual as empresas do mundo todo oferecem um desafio e os estudantes interessados se candidatam para os projetos que desejam desenvolver.

“Nossa parceria com esses alunos criou um projeto de alto nível. Como são estudantes de MBA, em uma instituição tão seletiva, são profissionais com um histórico e uma carreira sólida. Além da competência, os participantes são escolhidos também em razão de seu interesse e afinidade com o mercado de energia – e podem ser parceiros da empresa em um futuro próximo,” observa Thiago Mattar, Novos Negócios na SUNEW.

Tanto o CSEM Brasil quanto a SUNEW já participaram outras vezes do GCP, que se entrelaça com a trajetória do nosso presidente, Tiago Alves. Como Cambridge alumni, cursou o MBA em Business na instituição e também participou do Global Consulting Project enquanto consultor. Após a obtenção de resultados positivos durante essas experiências, hoje CSEM Brasil e SUNEW são empresas atentas ao programa, que abre anualmente para inscrições.

 

Cooperação internacional em P&D

Outras possibilidades para a cocriação internacional se abrem em diversas esferas. Uma pesquisa da Universidade Xavier, em Ohio, nos Estados Unidos, mostra que hoje a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico feitos no exterior respondem, em média, por 55% dos ganhos de produtividade doméstica nos países mais inovadores do mundo.

O CSEM Brasil, desde a sua concepção, se consolidou como um centro de inovações inserido em um ecossistema global. Parcerias estratégicas com universidades do porte de Cambridge, MIT, Imperial College e EPFL são alguns exemplos. Também trabalhamos junto à Merck, Cambrios, Mitsubishi e Heraeus no desenvolvimento de novas tecnologias.

Além disso, estamos preparados para estruturar projetos com editais de financiamento e cooperação entre governos, órgãos de fomento e fundos de investimento internacionais.

 

Confira em nosso e-book Caminhos para a Inovação mais detalhes sobre políticas que podem ajudar a sua empresa a desenvolver inovação.

CSEM Brasil

Um Centro de Pesquisa & Desenvolvimento que sonha mudar o mundo através da inovação.

LEIA TAMBÉM