Embrapii e Rota 2030: essas e outras oportunidades de investimento

Você sabia que o CSEM Brasil é uma das unidades EMBRAPII? Graças a essa parceria, o centro de desenvolvimento e pesquisa consegue intermediar projetos de inovação, obter recursos para que sejam continuados e minimizar os riscos associados a essas demandas empresariais.

A própria EMBRAPII também consegue captar recursos de programas federais e repassá-los para o desenvolvimento de projetos tecnológicos, apoiando projetos de inovação. Um exemplo é o Programa Prioritário do Rota 2030.

Se você deseja saber mais sobre essa relação ou quer auxílio para investir em projetos tecnológicos na área, continue lendo e veja o que preparamos!

A atuação da EMBRAPII

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) é uma organização social que atua em conjunto com entidades de pesquisa tecnológica e científica em geral, focando-se em atender demandas empresariais.

Além disso, compartilha riscos na etapa pré-competitiva de inovação, ajudando na continuidade de projetos de inovação por meio de injeções financeiras significativas para o desenvolvimento deles. Uma dessas unidades credenciadas é o CSEM Brasil.

O financiamento do projeto é rateado entre as três partes de um projeto selecionado. A EMBRAPII cobre até um terço das despesas da unidade credenciada com o projeto de PD&I, enquanto os outros dois terços são divididos entre essa parceira credenciada e a empresa interessada no projeto.

Essa divisão de custos serve de incentivo ao setor industrial para que inove mais e com maior intensidade tecnológica. O propósito é elevar a capacidade competitiva das organizações desse setor nos mercados nacional e internacional.

A sua relação com a Rota 2030

A gestão do Programa Prioritário do Rota 2030 aprovou a EMBRAPII como coordenadora de um Programa Prioritário (PP) voltado às demandas da cadeia de fornecedores do ramo logístico e de mobilidade. De maneira geral, contempla-se o segmento automotivo.

O foco é fomentar as atividades de PD&I do setor com os aportes financeiros que são feitos pelo governo no programa, com vistas a gerar processos, produtos e tecnologia dentro dos segmentos relatados.

Os projetos de PD&I são feitos em parceria com as unidades/parceiras EMBRAPII, como o CSEM Brasil. Graças a essas dinâmicas, uma empresa que desenvolva um projeto dentro dessa relação consegue acessar recursos não reembolsáveis, além de contar com as instalações e o know how de um centro de pesquisa de alta qualidade. Isso acaba sendo útil tanto para grandes companhias quanto para empresas menores, como startups.

Também é importante entender que as formas de contrapartida do Programa Rota 2030 têm condições diferenciadas da forma de contrapartida comum, além de ter outros benefícios. São eles:

  • a aplicação diferenciada do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), com diminuição de até 2% na alíquota para veículos que atenderem as exigências do programa;
  • regime de autopeças não fabricadas, em que pode-se obter isenção do imposto de importação para itens sem capacidade produtiva nacional ou que não tenham similaridade em componentes fabricados no Brasil;
  • o incentivo referente ao investimento em projetos de P&D permite que a empresa abata até 15,3% do valor gasto em pesquisa e desenvolvimento em sua CSLL e em seu IRPJ.

O CSEM Brasil como unidade EMBRAPII

Para que o CSEM Brasil pudesse se tornar uma unidade EMBRAPII, ele precisou desenvolver um plano de ação que fosse aprovado dentro de uma área de atuação. No caso dele, graças a uma infraestrutura avançada, o CSEM Brasil foi credenciado na especialidade de Eletrônica Impressa.

Devido a isso, a empresa consegue desenvolver projetos de alto valor agregado, que envolvam o aperfeiçoamento de tecnologias já desenvolvidas e novos tipos de tecnologias.

Para se ter uma ideia, a aplicabilidade, o potencial de baixo custo e a escalabilidade da Eletrônica Impressa, que tem uma gama ampla de possibilidades, revolucionou o setor de componentes eletrônicos. O CSEM Brasil ainda é especialista em técnicas de impressão de circuitos eletrônicos em dimensão micro e nanométrica, sendo capaz de desenvolver projetos nos segmentos de:

  • circuitos eletrônicos flexíveis;
  • eletrônica orgânica,
  • baterias impressas;
  • microssistemas cerâmicos;
  • supercapacitores, entre muitas outras soluções e produtos.

Um grande exemplo de êxito são os painéis solares orgânicos impressos em substrato plástico (PET), empregando-se uma técnica de impressão rolo a rolo. O processo é contínuo, envolve temperaturas baixas e materiais orgânicos abundantes na natureza. Também é altamente escalável e sustentável, o que contribui para economia de custos e com o meio ambiente.

Por sinal, o centro participa do Projeto Girassol em parceria com a Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Nele, ambos realizam estudos para a utilização de um sistema fotovoltaico para a produção de eletricidade, a fim de alimentar as baterias de veículos. É uma solução mais econômica e menos poluente.

Outros exemplos de áreas em que o CSEM Brasil atua são:

  • armazenamento de energia;
  • sensores;
  • microssistemas cerâmicos.

Para participar dos projetos envolvendo a EMBRAPII e o CSEM BRASIL, como o Programa Rota 2030, é importante atender a algumas exigências, como:

  • ser uma organização pertencente ao setor industrial, conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAEs). Também precisa ser uma produtora dentro do país.
  • empresas que não pertencem ao setor industrial também podem participar, desde que haja colaboração técnica ou financeira no projeto de uma organização da área industrial e que também produza no país;
  • ser uma companhia do setor elétrico.

No caso do Programa Rota 2030, o projeto, para o qual se deseja apoio financeiro, deve ser voltado ao segmento automobilístico (envolvendo mobilidade e logística). Nesse caso, o CSEM Brasil pode contribuir para o desenvolvimento de tecnologias que envolvam sensores e baterias para veículos elétricos/híbridos.

O CSEM Brasil é uma unidade EMBRAPII que busca produzir conhecimento, inovação e tecnologia. Dessa forma, contribui para a ciência nacional e também ajuda empresas que querem investir em pesquisa e desenvolvimento, porém não sabem por onde começar e que também necessitam de fomento. Vale destacar que ela ajuda não só com o Programa Rota 2030, mas também com outras iniciativas de fomento (como a lei do bem) espalhadas pelo país.

Aproveite agora para conhecer mais sobre as unidades EMBRAPII e veja como elas funcionam!

CSEM Brasil

Um Centro de Pesquisa & Desenvolvimento que sonha mudar o mundo através da inovação.

LEIA TAMBÉM